article

Urticária na pele: tipos, causas, sintomas e tratamentos

Urticária na pele

Você sabia que, ao longo da vida, uma em cada cinco pessoas terá um episódio de urticária na pele? A palavra urticária vem do latim urtica, que significa urtiga. Recebeu esse nome devido à semelhança das lesões da doença e o efeito do contato das folhas de urtiga na pele. 

Nessa publicação vamos falar um pouquinho mais sobre essa doença que, dependendo da gravidade, interfere diretamente na qualidade de vida do paciente.


O que é urticária?

É uma inflamação cutânea, que pode ter origem alérgica, onde um determinado componente desencadeia a liberação de histamina ou mesmo estímulo não alérgicos, ou ainda há casos onde fica difícil determinar a causa da doença. A urticária pode ser a manifestação de uma alergia

É caracterizada por lesões vermelhas e inchadas que coçam muito. Pode ocorrer em qualquer idade, sendo mais comum em jovens adultos (entre 20 e 40 anos). Os casos de urticária infantil ou mesmo em crianças são geralmente agudos e de origem infecciosa. 


Sintomas Gerais da urticária

urticária na pele

O principal sintoma da urticária é o prurido (coceira) que, dependendo da intensidade, ocasiona ardor e queimação. Essa coceira leva ao  aparecimento de lesões na pele que podem ser pequenas e isoladas ou podem se juntar e formar placas avermelhadas. 

A localização pode se restringir a algumas áreas como mãos, pés, pernas, pescoço, braços podendo ser generalizada nos casos mais graves. A pele apresenta um relevo/elevação, com o centro mais claro e bordos mais avermelhados podendo atingir apenas a camada mais superficial da pele (epiderme) ou ainda atingir camadas mais profundas (derme) resultando na ocorrência de angioedemas (inchaço), mais frequente em pálpebras, olhos, língua e garganta. 

Em alguns casos pode causar náusea, vômito, queda de pressão e edema de glote, constituindo risco de vida.

A coceira pode ser muito intensa a ponto de interferir na rotina do paciente, prejudicando o sono e as atividades diárias. Geralmente esses sintomas duram até 24 horas, desaparecendo sem deixar marcas ou cicatrizes. Porém as lesões podem retornar e se manterem por meses.


Principais causas da urticária na pele

No que se refere às causas da urticária, encontramos a urticária induzida, relacionada a um fator identificado como drogas, alimentos, infecções e estímulos físicos (calor, frio, sol, água, pressão) e a idiopática onde a causa é desconhecida.


Tipos de urticária na pele existentes

tipos de urticária

Esses são alguns dos tipos de urticária na pele existentes, e podemos classificar as urticárias de acordo com seu tempo de duração:

  • Urticária Aguda: Os casos agudos estão associados a alimentos, medicamentos, picada de insetos, estímulos físicos e/ou emocionais ou inalação de substâncias e se resolvem em até 6 semanas;
  • Urticária crônica: os casos crônicos podem estar associados a causas desconhecidas ou doenças autoimunes, tendo longa duração (meses) e podendo desaparecer espontaneamente. Doentes afetados pela urticária crônica sofrem forte impacto na qualidade de vida, não só pela persistência diária dos sintomas como o incômodo que eles provocam, sem contar na frustração na busca de encontrar as causas, que culminam em forte instabilidade emocional.

Outra forma de classificar os diferentes tipos está relacionada a causa:

  • Urticária colinérgica: é um tipo de urticária crônica induzida, desencadeada pelo aumento da temperatura corporal. Pode estar associada a questões emocionais, excesso de suor, banhos quentes  e exercícios físicos;
  • Urticária aquagênica: está relacionada a pressão de água. As lesões costumam aparecer logo após banhos de ducha (banhos de imersão apresentam melhoras significativas);
  • Urticária física: é conhecida como urticária de pressão, onde o paciente mantém uma pressão em determinada região do corpo e nota-se o aparecimento dos sintomas quando esse contato é interrompido;
  • Urticária de frio e calor: associadas a banhos excessivamente quentes ou frios, como pouca coceira;
  • Urticária emocional: associada a excesso de estresse ou ansiedade apresentando sintomas mais intensos;
  • Urticária pigmentosa: provocada pelo excesso de células do sistema imune (mastócitos) na pele;
  • Urticária de contato: ocorre após contato com alérgenos, como por exemplo látex, resinas;
  • Urticária solar: associada à exposição da pele ao sol;

Como tratar a urticária na pele

urticária na pele, como tratar?

O primeiro passo para o tratamento é tentar identificar a causa e afastá-la, se possível. Há casos onde ela desaparece sozinha em um ou dois dias. O uso de roupas soltas, evitar coçar, tomar banhos com água fria, além de medicamentos (tópicos e sistêmicos) antialérgicos e corticóides podem auxiliar no alívio dos sintomas

Essas drogas não curam a urticária e sim atuam reduzindo os sintomas. Isso é importante, especialmente nos casos crônicos, para evitar que os pacientes sejam interpretados como fracasso terapêutico e criando falsas expectativas. Consultar um alergologista é fundamental para identificar o tipo de urticária e qual o melhor tratamento.

 

Como evitar alergia (urticária) na pele?

É importante saber que a alergia não tem cura, você age no sintoma para amenizar. Por isso é importante estar sempre atento aos componentes mais propensos a alergia, e evitá-los.

Para isso busque uma alimentação equilibrada e uso de produtos que sejam suaves na pele, eliminando da sua rotina produtos com químicas pesadas como desodorantes que são aplicados diariamente nas axilas e são recorrentes em alergias.

Para um cuidado mais profundo procure produtos naturais, e esteja sempre atento à composição dos produtos que vai usar. Um exemplo importante que falamos aqui é justamente abandonar o uso de desodorantes, mas sem precisar estar refém do mau cheiro.

Para isso você pode contar com a inovação tecnológica da visto.bio com o Programa Adeus Desodorantes, onde você dá adeus ao mau cheiro e aos desodorantes ineficazes.

Conteúdos mais buscados



Teste a sua sorte e ganhe descontos na visto.bio!

Descubra se o visto.bio é um bom negócio pra você

Whatsapp