article

Conheça os tipos e lugares comuns da hiperidrose no corpo

tipos de hiperidrose

A Hiperidrose ou o suor excessivo (ou sudorese excessiva) se manifesta em diferentes ocasiões e também em regiões do corpo. E a intenção desta publicação é trazer mais detalhes de tipos de hiperidrose e também as regiões principais que o suor excessivo se apresenta.

Não confunda a Hiperidrose com a Bromidrose, por mais que possam se apresentar em conjunto em algumas situações de transpiração e excessiva em conjunto com mau odor, elas têm sintomas diferentes. Para lidar com esses sintomas conheça o Programa Adeus Desodorantes para tratar a hiperidrose e eliminar de vez a bromidrose.

Com as informações aqui listadas você pode acessar e entender mais para procurar tratamento e a cura para essa condição. Aqui no blog visto.bio você encontra mais detalhes sobre o tema Hiperidrose também.

Hiperidrose primária

A hiperidrose primária ou focal, ao contrário da Hiperidrose generalizada, ocorre em indivíduos saudáveis e não está diretamente ligada a outras condições clínicas subjacentes.

Acontece em regiões específicas como mãos, pés, axilas ou rosto e não se manifesta ao dormir, ao contrário da hiperidrose secundária.

Hiperidrose secundária

Normalmente a Hiperidrose do tipo secundária  faz parte de algumas outras condições clínicas contidas em processos infecciosos, neoplasias ou distúrbios hormonais entre outros.

De maneira secundária a sudorese excessiva atinge não só uma região para o corpo, estão de maneira mais generalizada.

Hiperidrose palmar

A hiperidrose palmar é o suor excessivo nas mãos, e se classifica como hiperidrose primária. Geralmente essa sudorese excessiva se manifesta na adolescência, mas em outros casos acompanha a pessoa por toda a vida.

Não se trata por exemplo das mãos suando por conta de um momento de nervosismo ou algo de tipo. Mas sim de uma condição de hiperfuncionamento das glândulas sudoríparas, que gera essa grande quantidade de suor.

Hiperidrose axilar

Quais são os principais tipos de hiperidrose

É um tipo muito comum de hiperidrose também conhecida como sudorese excessiva axilar, na região das axilas. Como em outras regiões do corpo, o motivo do suor não se trata de fatores comuns como o calor, mas o hiperfuncionamento das glândulas do suor fazem que a pessoa com hiperidrose soa sem motivos aparentes.

Muitas pessoas que usam antitranspirantes para resolver esse sintoma, reclamam da ineficácia e dos efeitos colaterais provocados. Algumas das grandes queixas são as roupas que ficam inutilizadas por conta do uso desses químicos que mancham as nossas roupas na região das axilas.

Hiperidrose emocional

A hiperidrose emocional está ligada ao fato de situações estressantes ou sob uma forte emoção, e desencadeiam o suor excessivo.

Essas crises podem ser precipitadas por estresse ou emoções, mas também podem ocorrer espontaneamente sem a presença aparente de qualquer fator desencadeador.

O suor pode dizer muito sobre as nossas emoções, para mais detalhes vocês podem conhecer um artigo da BBC que mostra estudos de ”O quanto o nosso suor revela sobre nossas emoções”.

Hiperidrose compensatória

tipos de hiperidrose

A hiperidrose compensatória também chamada de hiperidrose reflexa, é uma forma de transtorno no funcionamento dos nervos. Esse tipo de hiperidrose tem sido reconhecida com o aumento da sudorese do período do pós operatório da simpatectomia.

Esse tipo de cirurgia consiste na remoção do nervo simpático principal, como uma forma de tratamento da hiperidrose (muito invasivo e com esses efeitos colaterais)

Hiperidrose virilha

A hiperidrose na virilha é acompanhada pelo constrangimento, principalmente ao lidar com parceiros sexuais e têm efeitos negativos na auto estima. Como a hiperidrose não é uma doença predominantemente masculina ou feminina, o suor excessivo pode acometer tanto homens como mulheres na região da virilha.

Lembrando que o suor não é sinônimo de mau cheiro, mas no caso de mau cheiro nas partes íntimas consulte o nosso conteúdo no blog para conhecer uma solução definitiva ao problema.

Hiperidrose plantar

Hiperidrose plantar

A hiperidrose plantar tem um impacto no dia a dia muito forte, já que ao utilizar sapatos (fechados ou abertos) esse suor excessivo fica no próprio calçado e atrapalha muito. Tanto com relação aos pés ficam escorregadios nos sapatos, mas na umidade gerada que ocasiona o chulé.

Hiperidrose capilar

A hiperidrose capilar ou sudorese capilar se apresenta da mesma forma que os outros tipos de hiperidrose, mas na região do couro cabeludo. A região da cabeça já tem uma pré disposição a produção de sebo, e o suor excessivo causado pela hiperidrose deixa os cabelos encharcados pelo sudorese.

Hiperidrose rosto

tipos de hiperidrose: sudorese excessiva no rosto

A hiperidrose no rosto fica evidente pois a face a região do corpo considerado o “cartão de visitas” e por isso está sempre em xeque. A hiperidrose é causada pela exacerbação na atividade glandular, e acontece por estímulos aleatórios disparados pelo nervo simpático.

Essa condição prejudica situações comuns como por exemplo o uso de hidratantes ou maquiagem no rosto, visto que com a sudorese excessiva fica difícil ter a maquiagem intacta na face.

Hiperidrose na região dos seios

Os seios são formados por gordura, glândulas mamárias e colágeno e é uma região muito comum de apresentar suor, e a hiperidrose também se manifesta nessa região. Mesmo se tratando de uma região predominantemente feminina, homens também possuem glândulas mamárias (mais raro, mas passível inclusive de câncer).

Conteúdos mais buscados



Teste a sua sorte e ganhe descontos na visto.bio!

Descubra se o visto.bio é um bom negócio pra você

Whatsapp