article

Suor demais o que pode ser: 5 causas do suor excessivo

suor demais o que pode ser?

Todos suamos. Suar é um mecanismo de termorregulação que o nosso corpo desenvolveu para não entrar em colapso com o aumento de temperatura, independente da sua causa. Existem algumas causas que podem estar fazendo você suar em excesso, vamos ver algumas dessas causas abaixo.

O que causa o suor

suor demais o que pode ser?

O suor para nosso corpo tem um papel muito importante, é através dele que nosso corpo não entra em choque. Esse papel de termorregulação nos possibilita manter a nossa temperatura e não superaquecer. 

Pode parecer pouco, mas não é. Nosso corpo é formado por várias células e que possuem estruturas que com uma alteração de temperatura já sofrem modificações.

Por isso, a importância de quando estamos com febre regular o mais rápido possível a temperatura, outro exemplo disso é quando estamos com uma febre mais alta podemos apresentar até convulsão, essa é um dos mecanismos que o corpo desenvolveu para não entrar em colapso e o nosso corpo “queimar”. 

As glândulas de produção do suor

Você já deve ter ouvido falar nas glândulas sudoríparas, são elas as responsáveis pela eliminação de suor na superfície da nossa pele. São divididas em dois tipos e que desempenham a produção de suor de maneiras um pouco diferentes dependendo da região.

As glândulas sudoríparas écrinas ficam localizadas ao longo da superfície da pele, são as que atuam diretamente na termorregulação e produção de suor, e as a glândulas sudoríparas apócrinas estão distribuídas de forma mais localizada, como: axilas, períneo, abaixo das mamas, virilha, pé e mãos. A apócrina não atua na termorregulação e é responsável pelos odores dos feromônios e podem contribuir com o mau cheiro (Bromidrose).

A produção de suor ocorre pela interação entre as glândulas e o sistema nervoso central. Quando a temperatura do corpo aumenta, esse aumento é percebido através do sangue que circula no hipotálamo, ocorrendo a vasodilatação próxima à pele (periférica).  Já nas glândulas, esses estímulos chegam através da vasodilatação que ocorre, sendo possível que as glândulas sejam sensibilizadas e eliminam o suor na pele.   Essa resposta ao aumento da temperatura é importante para a dissipação de calor. 

Não é comum, mas o suor excessivo pode facilitar o desenvolvimento de alguns problemas, já que a pele fica mais úmida e por mais tempo. Alguns microorganismo que já vivem na nossa pele, se aproveitam dessa umidade e se proliferaram, podendo gerar intertrigo, bromidrose e além disso, algumas pessoas desenvolvem alergia

5 causas do suor excessivo

suor excessivo o que pode ser?

A produção de suor excessivo está diretamente relacionada ao aumento de temperatura corporal, porém existe mais de um fator que faz a temperatura elevar. Nossa temperatura pode elevar por febre, dias quentes, atividades físicas e hormônios, mas além desses motivos, podem ter a resposta para produzir suor com motivos mais emocionais, como estresse, timidez e ingerir alimentos picantes. 

Temperaturas quentes

O aumento de temperatura, seja por calor ou por febre, faz com que nosso corpo tenha como resposta a produção de suor. Isso é extremamente importante para nos manter dentro de uma temperatura onde nossas funções vitais não sejam afetadas. 

Atividades físicas

Ao fazermos atividades físicas, as reações que ocorrem em nosso corpo, geram gasto de energia e com isso é produzido calor e o calor precisa ser dissipado de alguma forma e o corpo ser resfriado. Com isso, nosso corpo criou esse mecanismo de produção de suor para tanto dissipar o calor como auxiliar no resfriamento. Para ocorrer o resfriamento não basta suar é necessário que aconteça e evaporação do suor, para assim o calor ser eliminado e está relacionado com a umidade relativa do ar. Por isso que em locais com mais umidade no ar, podemos ter a sensação de mais calor, pois quanto mais úmido o ar menos troca de calor realizamos, dificultando o resfriamento do corpo. 

Estresse

Quando estamos em uma situação e ficamos tímidos, podemos ficar um pouco estressados e com isso suamos. Normalmente o suor por estresse acontece com rapidez e subitamente e normalmente não está ligado a temperatura do ambiente ou por esforço físico.

Uma das características desse tipo de suor é ser frio, isso acontece pela resposta do corpo ao estímulo dos hormônios adrenalina e noradrenalina hormônios do estresse), que induzem a contração dos vasos sanguíneos da pele para favorecer o fornecimento de sangue aos músculos. Com a diminuição de sangue próximo à pele, a temperatura baixa e a pele passa a ser resfriada pela evaporação do suor, deixando a região mais fria.   

Alimentos picantes

O suor pode aparecer em momentos da alimentação, normalmente após comermos comidas picantes, quentes ou alcoólicas. Isso acontece pois cada um desses alimentos podem elevar nossa temperatura corporal, desencadeando a produção de suor pelo corpo. Isso ocorre pelo mau funcionamento da produção de saliva. Isso ocorre pela confusão que os nervos fazem e ao invés de ativarem a produção de saliva, ativam a produção de suor pelas glândulas sudoríparas. Por isso, é importante ir ao médico para averiguar a causa do suor.  

Hormônios

O suor excessivo pode ser causado por alterações hormonais, principalmente da tireóide. Além de alterações da glândula tireóide, o diabetes pode estimular a produção de suor pelo corpo. Em todos os casos é importante investigar a causa do suor excessivo com um médico e controlar, caso seja proveniente de alterações hormonais.  

Como tratar o suor excessivo e equilibrar a transpiração

suor demais o que pode ser?

Existem algumas formas de tratar o suor excessivo, algumas mais simples e com menos riscos e outras mais complexas, como:

  • Evite comidas picantes ou muito quentes
  • Compreender as situações que te deixam nervoso, ansioso ou estressado, pode te ajudar a não suar tanto.
  • Controlar as alterações hormonais, caso tenha, como hipertireoidismo ou diabetes. 
  • A realização de cirurgia é uma das opções de tratamento, porém mais invasiva e a situações pode se reverter após a cirurgia feita.
  • Manter um acompanhamento psicológico é importante, já que pessoas com suor excessivo podem ter problemas sociais, ou o suor ser causado por questões emocionais. 
  • Inserir o visto.bio na sua rotina, e controlar a pressão gerada nas glândulas que eliminam o suor, o mais recomendado é o programa Adeus Desodorantes que é natural e age equilibrando as bactérias do suor

Conteúdos mais buscados



Teste a sua sorte e ganhe descontos na visto.bio!

Descubra se o visto.bio é um bom negócio pra você

Whatsapp