article

Intertrigo: O que é, quais são os tipos, sintomas e tratamento

Intertrigo: O que é? Quais são os tipos, causas e tratamento

Intertrigo (ou intertrigo eritematoso) é uma infecção na pele que ocorre nos pontos onde possuímos dobras como: axila, virilha, períneo, nas mamas, abdômen (umbigo), mas pode ocorrer em outras partes do corpo. 

Nessa publicação você vai entender mais sobre o intertrigo, o que é quais são os tipos, os sintomas e também tratamento. Um grande aliado nessa rotina de luta contra o intertrigo é o visto.bio original que você vai conhecer ao decorrer desse post.

 

O que é intertrigo?

É uma infecção por Candida albicans (o mesmo fungo que causa a candidíase) e que pode surgir em áreas úmidas e abafadas onde há contato de pele com pele. Essas áreas são: Virilha, axilas, abaixo dos seios, meios dos dedos dos pés, mas pode aparecer em outras partes do corpo.

Ocorre principalmente pela fricção de pele com pele. Geralmente é causada por um fungo, mas pode ser associada a bactérias, vírus e outros fungos. Pode acontecer com qualquer pessoa e em qualquer idade, e fatores como obesidade e diabetes favorecem seu desenvolvimento.  

Calor, suor e fricção contribuem com o surgimento ou agravamento da infecção. Já os sintomas são, vermelhidão, coceira, dor, irritação e descamação. 

 

Diferença entre intertrigo e assadura

Diferença entre intertrigo e assadura

O intertrigo apresenta vermelhidão por mais de 3 dias apesar de já estar tomando os cuidados necessários. Além disso, a irritação ocasionada pelo Candida albicans é mais dolorosa, e além da vermelhidão e coceira, existem lesões satélites que são pontos separadas da grande região avermelhada central.

Já na assadura não existem margens definidas na vermelhidão, pode apresentar bolinhas e pequena elevação da pele, porém não existem lesões satélites. Normalmente após 3 dias de tratamento e boa limpeza, os sintomas começam a desaparecer.

 

Intertrigo sintomas comuns

Os principais sintomas do Intertrigo são:

  • Vermelhidão na área afetada
  • Pode surgir fissuras na pele 
  • Umidade na região
  • Descamação
  • Coceira e dor local

Esses sintomas podem aparecer em locais onde há fricção de pele com pele em locais onde há muita umidade. Essas regiões podem ser, abaixo das nádegas, na virilha, entre os dedos dos pés e abaixo das mamas. 

 

Tipos de intertrigo

Tipos de intertrigo

Existem alguns tipos de intertrigos causados por fungos e/ou bactérias. Os fungos mais comuns são Candida albicans (mesmo que causa a candidíase) e Trichophyton rubrum. Já as bactérias levam a piodermites como o intertrigo. Algumas bactérias causadoras do intertrigo são, estafilococos ou estreptococos.

Podem acometer diversas partes úmidas do corpos e que tenham atrito de pele com pele, como virilha, períneo, abaixo das nádegas, axilas, entre os dedos dos pés e outro locais do corpo. 

Intertrigo virilha

A virilha por ser uma região constantemente úmida, com dobras e atrito de pele com pele, é muito propícia para o desenvolvimento de Intertrigo. Normalmente o intertrigo nessa região não é contagioso, isso acontece apenas quando há infecções secundárias por outros fungos ou bactérias e nesse caso é necessário ter contato com o local da ferida. 

 

Intertrigo candidiásico

O intertrigo Candidiásico é causado pelo mesmo fungo que causa a candidíase (Candida albicans), atinge principalmente áreas da pele onde possui atrito de pele com pele e muita umidade.  Coceira, vermelhidão, dor e descamação são os principais sintomas. 

 

Intertrigo mamário

O intertrigo mamário acontece principal região afetada é embaixo dos seios, principalmente quando as mamas são grande e não sustentam o peso, proporcionando uma área úmida e de atrito de pele com pele produzindo fissuras no local, facilitando a entrada de microorganismos no local. 

 

Intertrigo abdominal

Quando a flacidez da pele abdominal junto com gordurinha localizada, começa a se formar dobras na região, formando o abdome em avental. O abdômen em avental favorece o desenvolvimento de intertrigo já que há o contato pele com pele e a formação de um local úmido, propício para a proliferação desequilibrada de microorganismos. 

 

Intertrigo fúngico

Intertrigo fúngico é causado por microorganismos existentes em nossa pele. Quando há fissuras em locais com dobras de pele e úmidos, um fungo, normalmente do gênero Candida, pode ocasionar intertrigo. 

Seus sintomas são vermelhidão, coceira, irritação e dor no local. Para prevenir o intertrigo é importante manter os locais com  dobras secas, manter a higiene pessoal direita, não utilizar roupas de materiais sintéticos e apertadas. No caso de intertrigo causado pela obesidade é importante a perda de peso. Todo tratamento deve ser feito em acompanhamento com médico. 

 

Intertrigo se transmite?

Intertrigo se transmite?

O fungo Cândida albicans já é normalmente encontrado em nossa pele mas sem causar nada. Como no nosso corpo existem áreas úmidas e que possuem atritos de pele com ele, esse atrito pode criar fissuras que favorecem a entrada desse microrganismo surgindo essa infecção. Outros fatores podem favorecer o desenvolvimento dessa infecção, como: baixa imunidade, uso prolongado de antibióticos, obesidade, diabetes e roupas de tecidos sintéticos. 

Normalmente não é uma doença contagiosa. Isso pode acontecer apenas quando a infecção pode estar associada a outros fungos e bactérias e outra pessoa ter contato com a área afetada. 

 

Bebês e animais podem ter intertrigo?

intertrigo em bebês

Sim! Como o intertrigo é desenvolvido pela relação umidade e dobras de pele os dois casos é possível que apresentem essa doença. 

Nos bebês pode ocorrer pela quantidade de dobras de pele que possuem e pela fralda utilizada, já que ela mantém a região úmida por muito tempo. 

Nos cachorros o processo é o mesmo. Muitas raças são conhecidas por terem várias dobras de pele, o que favorece o desenvolvimento de intertrigo. 

 

Intertrigo tratamento

O tratamento sempre deve ser prescrito por um médico, mas existem maneiras simples de amenizar os sintomas e consiste em deixar o local sempre bem seco, usar roupas de preferência de algodão, perder peso, caso esteja obeso, controlar os níveis de glicemia no sangue e claro, manter os hábitos básicos de higiene.   

Para o tratamento procure o médico de sua confiança, já que em muitos casos o intertrigo não está sozinho e pode ter infecções secundárias, sendo necessário o uso de medicamentos como antibióticos, pomadas antifúngicas e corticoides.  

Como o intertrigo pode voltar, é importante manter os cuidados preventivos. 

Para prevenir o intertrigo podemos:

  • Seque bem a pele após o banho, se preciso use um secador na temperatura morna para secar completamente.
  • Não use roupa íntima apertada e de material sintético, é importante manter a região seca, vai evitar também o mau cheiro nas partes íntimas e deixar a região respirar
  • Não fique com roupa suada ou molhada. 
  • Use sapatos que permitam que os dedos dos pés fiquem mais afastados, essas práticas ajudam a acabar com o chulé também
  • Aplique visto.bio original nas suas roupas para impedir a proliferação de vírus, bactérias e fungos. Agindo para equilibrar os microorganismos, será um grande aliado contra o intertrigo e também contra o mau cheiro. Conheça mais acessando visto.bio
Whatsapp