article

Foliculite como prevenir? Tenha uma pele mais bonita

foliculite

A foliculite é um problema super comum, onde muitas pessoas passam por esse processo de infeção. Aqui nesta publicação vamos te explicar melhor o que é a foliculite, o que causa essa situação e as maneiras que você pode cuidar da sua pele para que ela esteja sempre mais bonita.


O que é foliculite?

A foliculite é uma infecção que acomete o folículo piloso e normalmente é ocasionada por uma bactéria ou fungo, ou até mesmo por vírus que vivem em nossa pele,  além disso, pode ser provocada por pelos encravados. 

Ela é caracterizada por ter formato de uma pequena espinha, de pontas brancas, em torno de um ou mais folículos pilosos. Mesmo podendo aparecer em qualquer lugar do corpo onde tenha pelos, é mais comum na região do rosto, couro cabeludo, axilas, coxas, bumbum e virilha. 

Surge quando a pele possui algum machucado ou lesão, como uma assadura, por exemplo. Essa lesão serve como porta de entrada para esses microorganismos. 


Como se pega a foliculite?

foliculite

A foliculite de maneira geral é causada por bactérias, vírus ou fungos que podem viver normalmente em nossa pele. Porém, existe um tipo de bactéria que pode viver em banheiras, Pseudomonas.  Isso ocorre quando banheiras e hidromassagens não estão com o cloro e o pH regulados. Quando a foliculite é causada por esse tipo de microorganismo, as lesões coçam bastante e apresentam bastante pus e ainda podem ocorrer em diversas partes do corpo. 

Para que isso aconteça é importante que na pele possua alguma porta de entrada para esses microorganismos, como por exemplo a pele depois da depilação, algum corte ou ferida. 



Tipos de foliculite

Por mais simples que possa parecer, existem alguns tipos de foliculite, cada um com suas particularidades. A maneira de classificar é feita com base na extensão da inflamação pelo corpo: a superficial e a profunda. Por isso, vamos abordar alguns abaixo. 


Foliculite superficial

Na foliculite superficial ela surge na parte superior do folículo piloso, apresentando vermelhidão na região ao redor da inflamação. Além disso, a coceira é um fator presente e que causa grande incômodo. 


Ela ainda possui subgrupos, como:

  • Foliculite por pseudomonas pode ser conhecida também como foliculite de banheira, já que é um dos locais onde o Pseudomonas sobrevive quando os níveis de pH e cloro estão mal regulados. 
  • Foliculite estafilocócica, é causada por Staphylococcus aureus, que é um tipo de bactéria que pode formar colônia em nossa pele. Normalmente esse microorganismo só gera esse problema quando a pele possui algum ferimento que ele possa usar como porta de entrada. 
  • Pseudofoliculite da barba, é também conhecida como coceira de barbeiro. Essa inflamação é causada por pelos encravados e como o nome sugere, na região da barba. Porém essa pseudofoliculite pode ocorrer em outras partes do corpo, como nas axilas e virilhas, quando depilamos com cera. 
  • Foliculite pitirospórica é causada pelo fungo Pityrosporum ovalle (Malassezia) e que prefere as áreas mais úmidas da pele. É mais comum surgir nas costas, peito e braços de adolescentes e homens adultos. Essa foliculite tem forma de papulopústulas com mais ou menos o mesmo tamanho. 

Foliculite profunda

Já na foliculite profunda, a inflamação ocupa toda parte do folículo piloso, até a raiz. Uma área avermelhada que possui no centro um nódulo rígido e com pus. Além disso, dor, coceira e inchaço são sintomas comuns nesse tipo de foliculite. É considerada um tipo mais grave e pode deixar cicatrizes e destruir o folículo piloso. 

Esses são alguns subgrupos:

  • Foliculite gram-negativa é comum em pessoas que usaram antibióticos por muito tempo para tratar acne. O principal local que essa foliculite acomete é a pele do rosto.
  • Foliculite ou sicose da barba é causada pelo Staphylococcus aureus e suas inflamações surgem na região da barba dos homens adultos. Apresentam na forma de pápulas com um pelo central, podem também aparecer como uma placa avermelhada.  
  • Furúnculos e carbúnculos ocorrem em forma de lesões de profundas no folículo piloso por Staphylococcus aureus. O furúnculo afeta um único folículo piloso e pode aparecer no bumbum, pescoço, axilas e virilha. 
  • Foliculite eosinofílica é uma doença que se manifesta principalmente em portadores de HIV/AIDS e em pessoas com baixa imunidade. Pouco se conhece sobre esse tipo de foliculite, mas acredita-se ser causada pelo fungo Pytirosporum. As inflamações são parecidas com espinhas e surgem principalmente no rosto, porém, diferente das espinhas, essas lesões coçam bastante e ficam marcas escuras. 


Quais os sintomas da foliculite?

tipos de foliculite

Os sintomas de maneira geral são bolinhas com pus na região central, região ao redor com vermelhidão, coceira e dor .


Pode espremer a foliculite?

Diferente do que acontece com uma espinha comum, não deve espremer. Diferente da espinha, em que o pus sai, na foliculite isso não ocorre. O ideal é ressecar e esperar o fechamento do folículo. 



Qual o tratamento de foliculite?

foliculite

O tipo de tratamento para a foliculite depende do grau em que ela está. Quando o nível é simples, algumas formas caseiras de tratamento conseguem resolver, mas o mesmo não adiante nos casos mais graves. Sendo necessário a utilização de antibióticos, se a causa for por bactérias, medicamentos específicos para fungos, se for causada por fungos.

Algumas medidas caseiras são:

  • Fazer compressa morna com pano úmido diversas vezes no dia. Mergulhar o pano para fazer uma compressa com água e sal ajudam a fazer a drenagem mais rápido. 
  • Usar sabonete glicerinado para lavar a região e se possível usar uma toalha específica para a região para não se contaminar ao se enxugar. 
  • Cremes e pomadas que possuem ação anti-inflamatória são um ótimo aliado para uma recuperação rápida. 

Manter alguns hábitos de cuidados básicos podem ajudar nesse problema. Além do tratamento possível para a foliculite é importante prevenir. 

  • É importante manter as mãos sempre limpas antes e depois de tocar nas feridas. 
  • Use sabonete antisséptico antes e depois da depilação.
  • Preste atenção nas banheiras, hidromassagens e piscinas aquecidas que você for entrar. Veja se está limpa e de alguma forma com o nível de cloro correto.  
  • Não fique com roupas suadas por muito tempo.
  • Mantenha um bom cuidado com sua pele, hidrate-a
  • Cuidado ao fazer a barba. Passe a lâmina no sentido de crescimento do pelo. 

O programa visto.bio é um ótimo aliado na prevenção da foliculite, já que ele além de acabar com mau cheiro e equilibrar a microbiota da pele, mantendo-a saudável e evitando a foliculite. 

Conheça o Programa Adeus Desodorantes, com protocolos que vão te deixar livre do mau cheiro e de substâncias químicas dos desodorantes. Com uma pele mais cuidada e saudável você estará prevenindo a foliculite.

Conteúdos mais buscados



Teste a sua sorte e ganhe descontos na visto.bio!

Descubra se o visto.bio é um bom negócio pra você

Whatsapp