article

Estrófulo: O que é, causas e tratamento

estrófulo

Já ouviu falar em Estrófulo? O nome parece estranho mas o significado é bem familiar. Nesse artigo vamos falar sobre a alergia desencadeada por picada de insetos e te mostrar sobre tratamentos e cuidados.


O que é Estrófulo?

O Estrófulo, também conhecido como Prurigo Estrófulo ou Urticária Papular, é uma reação alérgica a componentes presentes na saliva de insetos (pulgas, mosquitos, carrapatos e formigas), muito comum em crianças atópicas (que tem predisposição a alergias).

Pode ocorrer em surtos, especialmente na época do verão, onde há maior prevalência de insetos. É uma doença quase exclusiva da infância, sendo mais comum entre crianças de 1 a 6 anos, e rara após os 10 anos.


Quais os sintomas do Estrófulo

estrófulo

Em geral, a picada de insetos provoca uma pequena reação do corpo humano, resultando em alguns sinais como inchaço, vermelhidão e coceira no local.

A exposição repetida a esse componentes presentes na saliva dos insetos, em indivíduos suscetíveis, leva à formação de lesões papulosas crônicas, e recidivantes e inchaço do membro afetado. A infecção secundária é frequente. Acomete áreas mais expostas do corpo como braço e pernas, podendo atingir outras regiões como face e tronco.


Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico do estrófulo é bem simples, onde o médico fará a avaliação das lesões e análise do histórico do paciente. Geralmente associada a indivíduos com antecedentes alérgicos.

É importante descartar outras doenças, como a escabiose (sarna), doenças inflamatórias, como a mastocitose (doença caracterizada pelo acúmulo de células inflamatórias - mastócitos), infecções como foliculite (inflamação do folículo piloso) e varicela (catapora).


Como tratar estrófulo?

o que é estrófulo

O tratamento deve ser feito através de duas vias:

Primeiro é fundamental eliminar o agente causal, as picadas de insetos. Utilizar roupas que cubram áreas do corpo que geralmente ficam expostas, como braços e pernas, além do uso de repelentes, inseticidas e telas mosquiteiras. Caso tenha animais em casa, tratar contra pulgas e carrapatos. 

O segundo passo é cuidar das lesões: são empregados corticóides e anti-histamínicos para reduzir a inflamação e a coceira. Em casos de infecção secundária pode ser necessário o uso de antibióticos. As doses e duração do tratamento devem ser avaliadas por um médico especialista.


Quais as medidas de controle do estrófulo

estrófulo

Medidas gerais de controle de insetos devem ser tomadas para evitar a exposição. Em caso de crises evitar fatores que possam piorar a coceira, como calor e roupas apertadas. Ter paciência pois a identificação do inseto causador da picada pode ser difícil e aceitar o diagnóstico clínico sem realização de exames também.

Nossa pele além de ser o maior órgão no nosso corpo é muito mais complexo do que se imagina. Sofre ação do meio ambiente e produtos que usamos, especialmente em pessoas alérgicas. Isso inclui os cuidados no dia a dia, na proteção contra maus odores. Conhece o Programa Adeus Desodorantes da Visto Bio? Clica aqui para saber mais Visto.bio – Adeus Desodorantes 

Conteúdos mais buscados



Teste a sua sorte e ganhe descontos na visto.bio!

Descubra se o visto.bio é um bom negócio pra você

Whatsapp