article

Dermatite atópica: Saiba porque é o tipo mais comum

dermatite atópica

A dermatite é uma inflamação crônica da pele caracterizada por um desequilíbrio no sistema imunológico. Há casos onde é difícil descobrir a causa e acredita-se ter origem hereditária, essa é a dermatite atópica. Nesse artigo vamos discutir como identificar e conviver melhor com ela.


O que é a dermatite atópica?

dermatite atópica

A dermatite atópica, também conhecida como eczema atópico, é uma doença inflamatória da pele, de origem genética, crônica e recidivante. Caracteriza-se pela presença de pele seca (xerose), avermelhada e lesões eczematosas de coceira intensa, que podem ocasionar escoriações e até mesmo infecções secundárias.

Seu surgimento é mais comum nas dobras dos braços e da parte de trás dos joelhos. Oque pode causar  inclui alguns alimentos, estresse emocional, animais, ácaros, poeira, produtos de limpeza, sudorese, frio ou calor intenso, lã e sabonetes. É um processo alérgico, não contagioso, pode ser acompanhada de outras atopias como bronquite, asma e rinite.


Causas da dermatite atópica

dermatite atópica

A causa da dermatite atópica é desconhecida. Acredita-se que tenha origem genética do mau funcionamento do sistema imunológico associado a uma pele seca e irritável.


Sintomas da dermatite atópica

A dermatite atópica pode surgir desde o primeiro ano de vida, ou em crianças até os 5 anos de idade, podendo se estender até adolescência ou mesmo durar a vida toda. Os sintomas incluem:

  • vermelhidão
  • coceira
  • descamação
  • formação de crostas
  • espessamento da pele em algumas áreas (devido a coceira)
  • infecções secundárias, com sangramento e pus (devido às lesões provocadas pela coceira)

Como diagnosticar Dermatite atópica

Não existe um exame específico para o diagnóstico da dermatite atópica. O médico se baseia na avaliação das lesões e histórico familiar do paciente.

É importante diferenciar a dermatite atópica de outras enfermidades como dermatite seborreica, dermatite de contato, eczema numular, escabiose, psoríase, dermatite herpetiforme, eczema de contato e neurodermite.


Tratamento da dermatite atópica

Os pacientes com dermatite atópica tendem a ter a pele mais seca, por isso o primeiro passo é a hidratação da pele. Além disso, dependendo do grau em que ocorrem as lesões pode ser necessário o uso de loções ou pomadas com antihistamínicos  e corticóides. Em casos de infecções secundárias é necessário entrar com antibióticos. Para aliviar a coceira use compressas frias.


Como prevenir e cuidar da pele?

dermatite atópica

A pele ressecada é um fator que contribui para o aparecimento das lesões, então o primeiro passo para evitar as crises é manter uma boa hidratação. Pode ser usado pomadas, como vaselina, cremes ou loções de duas a três vezes ao dia.  Os hidratantes não devem ter  álcool, perfumes, fragrâncias, corantes ou outras substâncias que possam ser irritantes.

Cuidado com banhos longos e quentes e excesso de sabonetes que removem a camada natural de gordura da pele tornando-a vulnerável. Opte por banhos curtos e frios e nunca use buchas vegetais ou esfoliantes. É fundamental identificar os fatores que podem desencadear a doença e evitá-los. No caso das crianças mantenha as unhas curtas. E caso comecem a aparecer os sintomas procure uma assistência médica para evitar que o quadro se agrave. 

A atenção aos produtos que entram em contato com a pele é fundamental. Isso também inclui os desodorantes. A Visto Bio oferece um produto elaborado com óleos essenciais que protege contra o mau cheiro sem agredir a sua pele. Conheça mais do Programa Adeus Desodorantes para cuidar melhor da sua pele e manter a dermatite longe.

Conteúdos mais buscados



Teste a sua sorte e ganhe descontos na visto.bio!

Descubra se o visto.bio é um bom negócio pra você

Whatsapp